sábado, 25 de fevereiro de 2012

Cidadania Mais ou menos. Assim eu não quero!


A massificação procura baixar a qualidade artística para a altura do gosto médio. Em arte, o gosto médio é mais prejudicial do que o mau gosto... Nunca vi um gênio com o gosto médio.
Ariano Suassuna.

 Concordar com uma política mais ou menos. É continuar assim... Vivendo na mediocridade de uma cidadania empobrecida. 

Sejamos como as crianças, que constroem suas ações todos os dias, de acordo com suas necessidades verdadeiras.

Não quero uma cidadania mais ou menos... Quero-a toda! Tenho pressa! Temos urgência! Pois o mundo não acabou e nem vai!

Meditando nas palavras de Ariano Suassuna fui pouco a pouco sendo invadia por um desconforto interior, fazendo-me lembrar de uma música que diz assim... “a minha alma está armada e apontada para a cara do sossego...” Rapa.

Quem em sã consciência começaria uma guerra contra o sossego? Quem não busca o sossego com todas as forças do ser? Desde que a humanidade existe, ela procura o sossego desesperadamente.
Mas não quero o sossego comercializado. Aquele que aparece na TV.

Quero o sosseguiin, aquele da rocinha, da cidade segura e tranqüila. Aquele que plantando dá! Dá de tudo! Dignidade, respeito e consciência.
Esse sossego é que é um trembãodimaisdacontasô!

Cidadania mais ou menos não nos serve mais! O mundo precisa de mais!

Regina Márcia




12 comentários:

  1. Oi Regina, tema antigo (Roma antiga), mas parece novinho, igual pão de queijo quando acaba de sair do forno.
    É sempre bom dar este enfoque, para não esquecermos nossos direitos, adorei o vídeo. beijokas.

    ResponderExcluir
  2. Regina,
    Fiquei honrado com seu comentário sobre "Uma página virada"; você me lisonjeou, fique por demais feliz que tenha lhe agradado. Aproveito para lhe dizer que essa sua postagem é simplesmente magnífica.Concordo plenamente com você: cidadania mais ou menos, não nos serve!... Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Regina, que esta sua voz seja ouvida pelo Brasil todo e que desassossegue os acomodados os que se contentam com tão pouco e pagam preço alto demais pelo mau sossego.

    Bela e poética a sua forma de desassossegar.

    Beijo, mineirinha danada!

    ResponderExcluir


  4. Chega de + ou -!

    Se dá, dão-me TODO!

    Se dá DOO-me!

    Beleza Regina!

    Obrigado pelo comentário no 6vQcoisa!

    Até!

    :o)

    ResponderExcluir
  5. Parabéns amiga! Por mais uma postagem séria, rica em conteúdo e verdades doídas e vergonhosas! É verdade, cidadão mais ou menos, p/mim equivale dizer "meio cidadão"! Será que nas urnas "eles" aceitariam "meio voto"? Obrigada pelo carinho! Gde bjo! Você anda sumida....Ótimo domingo! Tem post novo, vem ver!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Um tema belíssimo,digno de reflexões,temos que pensar com o carinho que a questão exige.Gostei muito da sutileza e das verdades.Beijo de leitor.:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  7. Um tema belíssimo,digno de reflexões,temos que pensar com o carinho que a questão exige.Gostei muito da sutileza e das verdades.Beijo de leitor.:-BYJOTAN.

    ResponderExcluir
  8. OI REGINA!
    COMO SEMPRE, A SURPREENDENTE INTELIGÊNCIA DE TEUS TEXTOS.
    MAIS INCONCEBÍVEL ESTES DISPARATES POR TRATAR-SE DE NOSSO PAIS, ABENÇOADO, QUE TEM TUDO,MENOS
    HOMENS RESPONSÁVEIS E COMPROMETIDOS COM SEUS SEMELHANTES.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  9. Passando por aqui, como uma cidadã inteira e completa, para desejar uma segunda-feira inteira e ótima, rsrs!
    Tô sentindo tua falta... Te encontro em muitos blogs, menos no meu... "Só existe uma coisa melhor do que fazer novos amigos: conservar os antigos."(Elmer Letterman)Bjão no coração!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Muito bom o teu texto.
    Sem muitas palavras disse o que todos nós queremos, ou deveríamos querer: dignidade.
    Parabéns.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  11. Olha, é tudo isso e mais um pouco, porém o nosso povo precisa se valorizar mais, digo alguns eleitores, situações de risco e vulnerabilidade social, aliada a miséria é danoso e coloca em risco a democracia, a compra de votos é uma delas, em relação a esta postagem fiz uma mencionando a amiga e coloquei um vídeo especial Aonde estão? Questiona os homens que pode fazer a diferença e se corrompem. Forte abraço e basta dá um clique no meu apelido e dar um pulo no blog A Voz do Povo...Vox Populi, Vox Dei...

    ResponderExcluir